sábado, 11 de abril de 2015

PREFÁCIO

PREFÁCIO

   O primeiro rascunho deste livro foi escrito num lapso de três semanas, em Janeiro de 1989.

   Em Dezembro de 1988 dera-me conta de uma energia à minha volta, a qual se anunciou como Serapis, e que me disse ser sua função acalentar a claridade intelectual e a disciplina requerida para a ascensão.

   Iniciei um diálogo interior com Serapis e, no início de Janeiro, anunciou-me a sua intenção de publicar
um livro, comigo, sobre o tema da ascensão. Rapidamente estabelecemos um padrão para o escrever.

Assim, começava cada sessão convidando Serapis e começava a escrever. Frequentemente, sentia que ele
explorava a minha memória à procura de um conceito ou de uma frase; todavia, a partir do momento em
que colocava a ideia na minha cabeça, permitia que eu a expressasse à minha maneira.

   Apesar de, nessa altura, não o ter compreendido, sei agora que a minha energia é a de Serapis, e que
estamos suficientemente perto, em termos de frequências, para que o fluxo de pensamentos não seja
interrompido. Unimos o estado de consciência. O resultado é uma combinação de material novo de Serapis
e daquilo que eu já sabia conscientemente, embora seleccionado e organizado por ele. Quando comecei a
usar as técnicas oferecidas por este livro a conexão tornou-se, inclusivamente, ainda mais forte.

   Assim, no início de Janeiro de 1989, fui capaz de conhecer, em primeira mão, a realidade do mundo
não físico como fonte de tudo. Dando continuidade a esta intensa mudança dos meus paradigmas internos,
Serapis deu início a este livro.

    O manuscrito permaneceu numa gaveta até Agosto de 1991, altura em que Serapis me incentivou a pu-
blicá-lo. Muita coisa se passou nestes dois anos e meio que, entretanto, tinham transcorrido, tanto a nível
pessoal como planetário, pelo que aproveitámos a oportunidade para actualizar o material.

    Em Outubro de 1991, o planeta e os seus habitantes passaram por uma mudança tremenda, e o livro
ficou suspenso até Março de 1992.

    Muitas das regras do jogo voltaram a mudar neste período e senti que os Trabalhadores da Luz precisa-
vam de estar mais «ancorados» na Terra. Também a co-criação através de grupos de trabalho parece ter
sido incrementada. Nesta nova realidade, dá a sensação de que estamos a ser menos atraídos para uma
ascensão individual e mais para um «juntos vamos conseguir».

    Com o passar dos anos, o material de Serapis fez-me reconhecer, a um nível consciente, que o âmbito
do espírito não está separado de nós. Ele é nós, é uma parte de nós num nível de frequência mais elevado;
e o deslocamento para esse nível de frequência é muito fácil se acreditarmos que assim é. Não estamos
separados; o Espírito não é algo que tenhamos. Ele é o que somos ou, como alguns dizem, nós somos algo
que o Espírito tem.
    Espero que, com este livro, compreendamos que não somos seres humanos a fazer uma experiência es-
piritual mas, pelo contrário, um espírito passando por uma experiência humana. Somos parte de uma enti-
dade muito maior, tal como um empregado faz parte da sua empresa: unido a ela, com uma função e
perspectiva específicas, únicas.
    Anos depois compreendi, num nível interior muito profundo, que não sou algo separado e afastado do
Espírito mas que todos compomos um contínuo de ser, no qual só difere a perspectiva; e compreendi que
uma perspectiva experimentada desde o interior de um corpo físico permite percepções e modos únicos
de ser.
    Para mim, esta compreensão foi um processo com várias etapas. Através do contacto com muitas enti-
dades canalizadas ao longo dos anos, aprendi a ter um apreço intelectual pelo universo físico que nos
rodeia. Mas foi precisa uma série de acontecimentos, nem sempre agradáveis, para me despertar emocio-
nalmente e começar a desprender-me daquilo que tinha armazenado, a nível celular, no meu corpo físico.
    Como veremos, tal é necessário, pois, para poder ascender com o corpo físico, devemos aumentar a
frequência vibratória dele até à de um Corpo de Luz. Alguns de nós escolheram fazê-lo lentamente, ao
longo dos anos; outros preferiram uma via mais rápida e turbulenta. Qualquer que seja o teu caminho,
porém, reconhece que estás a ser guiado e protegido em cada passo.

    Este livro convida-te a rever a forma como vês a relação entre o físico, o emocional, o mental e o Espí-
rito. À medida que o fores lendo, fá-lo com o chacra do coração bem aberto. Sente a energia que está por
detrás e por dentro das palavras. Permite ao teu Espírito, e a Serapis, que favoreçam o entendimento à
medida que avanças na leitura; depois, podes voltar a analisar o material de um ponto de vista intelec-
tual. Permite que o teu entendimento seja o filtro durante a primeira leitura, sem nenhum juízo mental.
A brevidade deste manual permite, perfeitamente, mais de uma leitura; ele também é não linear, pois
Serapis, por vezes, aborda o mesmo conceito sob várias direcções diferentes.


    Raros são os que estiveram no espaço e puderam ver o Planeta Terra na sua totalidade. Os que não
estiveram poderão ter dificuldade em visualizar o planeta suspenso do nada, no espaço. Mas podemos usar
um modelo de ajuda: o globo de secretária, que nos é tão familiar. Bom, tal como ninguém confundiria o
modelo com a coisa real, a verdade é tão imensa e incompreensível quando se trata de metafísica em
geral e da ascensão em particular, que seria um erro pensar que podemos aprendê-la desde onde estamos.
Desta forma, são-nos dados modelos para que, pouco a pouco, possamos expandir o nosso entendimento.

    Este livro é um desses modelos, uma diminuta chispa no meio da obscuridade, a qual, juntamente com
outras, será capaz de iluminar o nosso caminho.

    Isto recorda-me a primeira vez que vi o Grande Canyon. Tinha lido as estatísticas, estudado os mapas e
visto as fotos; mas nada me poderia ter preparado para a coisa real. Fiquei pasmado, em silêncio, agrade-
cido por existir semelhante beleza no nosso planeta.

    Tenho a sensação de que a ascensão vai ser algo de muito parecido.

Por favor, desfruta este livro. A mensagem é poderosa mas é, também, ligeira e divertida.
Portanto, penetra na Luz e diverte-te.


Tony Stubs, Denver, Colorado.