quarta-feira, 15 de abril de 2015

O TEMPO SIMULTÂNEO

  
A técnica seguinte servirá para mostrar como se sente, do ponto de vista do ESPÍRITO, a estrutura do
tempo. No que se segue, optei pela palavra AGORA em maiúsculas, para enfatizar que se trata do AGORA
em que existe o «tu» que está a ler este texto, em contraposição a todos os pontos do agora que, normal-
mente, não estão ao alcance dos eu-ego... embora estejam ao alcance do ESPÍRITO!

   É neste ponto-AGORA que tu te encontras, e nisso radica o poder de poderes lidar com todos os planos.

O ponto-agora que te precedeu pertence ao passado, já desapareceu e tu não podes voltar para trás para
mudar seja o que for; por outro lado, o ponto-agora seguinte ainda não ocorreu, pertence ao futuro, pelo
que o teu eu-ego ainda está incapacitado de atuar sobre ele.


   Imagina o tempo como uma estreita ponte sobre um abismo: imenso espaço livre de ambos os lados,

concentrando-se tudo num estreito ponto, o AGORA. A tua consciência é a ponte entre o passado e o futu-
ro, e tudo deve passar por este estreito ponto chamado agora. O futuro flui através do AGORA para se
transformar em passado, E à medida que passa, tu podes mudá-lo, redefini-lo, ampliá-lo... ou negar-lhe a
passagem, como convém fazer com a tua história pessoal.