domingo, 12 de abril de 2015

TÉCNICA DE SEGUIR O ESPÍRITO


    Começa por unificar os chacras e convida o ESPÍRITO a irradiar, desde o chacra do coração, para os
chacras unificados. Agora imagina que estás no vestíbulo com várias portas. Uma delas tem um letreiro
com a pergunta em questão. Determina que, atrás dessa porta, tu estás a viver a dita situação, plena e
realmente. Na realidade atrás daquela porta, tu já aceitaste o trabalho xxx ou já te casaste com T... de
tal forma que não podes retroceder. A coisa está a acontecer e é completamente real!

    Agora, abre a porta.

   Então... como te sentes? O que se passa com o teu corpo? Está descansado, sereno e feliz por teres to-
mado a decisão correcta? Ou sentes-te tenso, ansioso e desgostado por teres cometido o erro habitual?

   O que se passou foi que a energia subtil do eu-espírito se integrou nos campos energéticos de maior
densidade e, através da ressonância com o eu-ego, tomou essas decisões e trabalhou a energia para te
«fornecer» esse resultado específico. É por isso que o teu corpo reage dessa maneira.


   Agora, volta para o vestíbulo onde estavas no início e repara numa outra porta cujo letreiro diz:
«Sugestão do ESPÍRITO». Quando te aproximas desta porta, que pode estar a brilhar e a lançar chispas,
sentes que, atrás dela, existe uma boa energia.

   Então, talvez te apeteça abri-la e entrar.

   Se a questão era encontrar uma parceria, poderás conhecê-la; talvez seja alguém que já conheces ou
alguém estranho; se a questão era encontrar um trabalho ou uma casa, talvez te vejas desempenhando a
função que te corresponde, no momento, ou a morar onde te convém, nesta fase da vida.

   É claro que podes ficar surpreendido com o que vês, mas espera uns minutos para que essa informação
«assente» dentro de ti... Então?... Como é que o teu corpo se sente agora, nestas novas condições?

   Lembra-te de que a tua personalidade continuará a poder escolher; isso faz parte do «acordo». Porém,
enquanto ESPÍRITO, a tua esperança é conseguir uma integração plena e total entre todas as partes envol-
vidas na decisão. Todavia, isso deve ser acordado bilateralmente (entre o eu-espírito e o eu-ego) por for-
ma a não parecer que uma parte usurpou o poder da outra.


Como é que te sentes, agora que estás na Via Rápida para a ascensão?

Gostarias de explorar outras alternativas distintas das do ESPÍRITO?